O que a Globo faz em um minuto para atrair você

Ligações Perigosas

Ligações PerigosasQualidade do roteiro, tecnologia de filmagem, uma bela fotografia, esses, entre outros elementos, fazem de uma série ou telenovela um conteúdo de sucesso. Mas “vender” e divulgar essas produções exige um processo à parte: a confecção das chamadas e aberturas.

A Globo, por exemplo, tem um núcleo dentro da área de comunicação dedicado à entreteter e atrair o público para suas produções. As aberturas são consideradas como as responsáveis por, em menos de um minuto, sintetizar o conteúdo e a essência de uma obra.

De acordo com Alexandre Romano, diretor de arte da Globo, a produção é um processo complexo. “Temos um planejamento que envolve o briefing, a conversa com os diretores e a busca pelo diferencial dessas chamadas”, diz.

A abertura de “Ligações Perigosas”, que estreia neste segunda-feira 4, por exemplo, começou a ser desenvolvida em setembro do ano passado. “Tínhamos o desafio de ilustrar a sensualidade de uma maneira elegante ressaltando elementos como conquista e poder. Foi um longo trabalho de pesquisa e desenvolvimento de linguagem”, explica.

Outro trabalho recente de Romano foi a abertura da “Nova Escolinha”, que realçou os traços dos personagens. Dentro e fora da emissora, o trabalho do executivo vem ganhando reconhecimento. Neste ano, a Globo teve cinco trabalhos selecionados para compor a 11ª Bienal Brasileira de Design Gráfico e também recebeu algumas medalhas de ouro no PromaxBDA Latam, pelas aberturas de “Meu Pedacinho de Chão”, “Dupla Identidade”, “Alto Astral”, “Amorteamo” e “Sete Vidas”.

“Historicamente, o cuidado com as aberturas sempre foi uma marca da emissora, mas com a sofisticação e o aumento de exigência dos telespectadores, se tornou um elemento importante para nortear outros produtos da casa”, explica. Romano lembra que muitas aberturas viraram sucesso no YouTube justamente por terem se tornado produtos independentes.

As produções têm uma identidade própria e permitem aos profissionais de arte buscarem referências em vários campos. A abertura da atual novela das nove, “A Regra do Jogo”, por exemplo, bebeu nas fontes do arquiteto espanhol Antoni Gaudí. “Em uma viagem que fizemos para a Espanha nos inspiramos em sua obra para criar as peças que compõem o xadrez da abertura”, explica o designer Fabricio Duque.

No caso da novela Verdades Secretas, a equipe foi atrás de uma locação com objetos abandonados. “Essa abertura também traz um tom calmo e os movimentos de câmera que dão a ideia de um ambiente girando e mostrando o cenário deteriorado”, diz Flavio Mac, diretor de arte.